terça-feira, 16 de julho de 2013

As nossas férias!

Olá minha gente! =)
Chegamos domingo das nossas primeiras férias com o baby, e, tenho a dizer-vos que foi uma aventura! Conhecia só uma pessoa que tinha feito férias de praia com um bebé de 2 meses e que tinha corrido bem (as restantes tinham optado por não arriscar), e nós quisemos experimentar. É claro que o baby não me ia dar férias de acordar a meio da noite para mudar a fralda e dar de mamar. É claro que não ia ficar o dia todo na praia sem me preocupar com o vento, o sol, e o calor abrasador. É claro que não estava à espera de ter 7 jantares românticos com o I. Levámos o nosso piolhinho e sabíamos que tudo que fizéssemos seria tendo em conta, em primeiro lugar, o bem-estar do nosso pequenino.

As malas fizeram-se muito bem: foi só colocar a maior parte da roupa que ele tem para esta idade lá dentro, mais as toalhas de banho, lençóis, ó-ós e os brinquedos preferidos. Levamos ainda a Tummy Tub e a alcofa, um pacotão de fraldas, 2 recargas de dodots, e, no necessaire, os produtos de banho e de higiene diária, mais o termómetro e o ben-u-ron que, eu agora, não passo sem os ter por perto (depois da febre que ele teve como reacção às vacinas do 2º mês que me fez desesperar).


Para lá, a viagem correu muito bem: demoramos 6 horas com direito a 2 paragens para amamentar e trocar fraldas (tudo dentro do carro, porque lá fora estavam 40 e tal graus!). Ainda assim, o mini-I foi grande parte da primeira metade da viagem acordado e palrar!

Mas a aventura a sério começou quando chegamos ao Algarve. No dia em que chegamos, ao contrário dos anos anteriores, não houve praia para ninguém. Não só porque não saímos de casa cedinho como é costume (foi impossível por causa dele), como só quisemos foi chegar ao quarto, tomar duche, trocar-nos, dar um mini-passeio e jantar cedinho, porque sabíamos que, para podermos aproveitar a manhã de praia, teríamos que nos pôr a pé cedo também. No dia seguinte, talvez por ser o primeiro dia, só nos conseguimos despachar perto das 11:00, pelo que a praia ficou outra vez adiada. E "acampamos" no jardim, que tinha muitas sombras. E por lá passámos o dia, com umas idas à praia para mergulhos à vez (porque o hotel era mesmo em cima da praia e facilitava muito as coisas). 




Jantamos, mais uma vez, cedinho e só depois é que fomos para a praia. Estava um fim de dia para lá de maravilhoso, e a brisa só podia saber bem porque o calor era muito mesmo (ainda assim, o pequenino ia dentro do sling)!




Nos outros dias que se seguiram, aproveitamos sempre praia (de manhã, pelo menos, porque de tarde ainda fomos para casa de uns tios que também estavam lá perto). E foi mais ou menos assim: acordar entre as 5:30 e as 6:30 (era o bebé que acordava para mamar e nós aproveitávamos para acordar também, porque se queríamos aproveitar a praia, só mesmo assim!), preparar tudo e sair para tomar o pequeno almoço. Depois, chegávamos, pelas 8:00 à praia. Montávamos a tenda, o guarda-sol por cima da tenda e o pára-vento em redor da tenda =). Ele não podia era apanhar sol nem vento! 




Ficava deitadinho na tenda, ora acordado ora a dormir, e nas horas de mamar, entrava eu lá para dentro também (viva o avental de amamentação!!!). Claro que também lá ficava para o adormecer e, por isso, estou praticamente com a cor que fui, mas isso não interessa nadas =P. Ainda assim, dei uns bons mergulhos e braçadas no mar (que estava óptimo), deitei-me na toalha com o I a conversar e namorar (e a dar graças pela "coisa tão boa" que tínhamos ali ao lado, dentro da tenda), e, claro está, comi bolas-de-berlim! =) Pelas 11:30, saíamos da praia e íamos almoçar. Entretanto, sendo a hora do almoço do I pequenino também, ele acabava de mamar no restaurante do hotel (viva o avental de amamentação outra vez!!!) enquanto o pai se servia, e já a dormir, ia para a maxi-cosi, e almoçava eu (e ainda comia a sobremesa com o I). Aliás, todas as nossas refeições correram muito bem (excepto em 2 que ele choramingou... até fomos experimentar a maravilha do Iakuza do Olivier, que era mesmo lá perto, e ele, como um anjinho, a dormir ao nosso lado, enquanto nós delirávamos com o sushi!). A seguir ao almoço, íamos fazer os 3 uma sesta e, pelas 17-18h voltávamos para a praia.

E assim se passaram os nossos dias! A viagem para casa foi um pouco mais demorada, porque embora ele dormisse a grande parte da viagem inicial, começou a ficar chatinho para o final, e tivemos que fazer uma terceira paragem.

E o saldo da viagem? Eu não consegui fazer o que mais adoro fazer em férias que é adormecer e acordar em plena praia, com o barulho do mar. Não dormimos até tarde, não ficamos o dia inteiro na praia, não fizemos serões, não tomámos banho agarradinhos no mar, e viemos na mesma cansados... Mas, não éramos só 2, mas 3! =) E passamos muito bem muitas e muitas horas seguidas os 3 juntos. E brincamos muito, vimo-lo rir e gargalhar como ainda não tínhamos visto. E fizemos tudo o resto que costumamos fazer em férias, como comer as ameijoas ao final da tarde, mas com ele! E soube tão bem! =) E viemos felizes embora! E, nós os 2, apaixonados, cada vez mais um pelo outro e cada um por ele (ele é cego por nós, nem é preciso dizer mais nada!!!!) =)




Novo post será criado quando tiver acesso a outras fotos ;)

Acompanhe o Aventuras a 4 no Facebook aqui!

4 comentários:

Supimpona disse...

Bem, deve ter sido mesmo uma aventura. E claro está, férias de mãe serão sempre diferentes daquelas que tínhamos antes! Acho que nem são melhores, nem piores, são diferentes! Tem momentos que gostaríamos de colocar de parte, como momentos que não daríamos a mais ninguém :)
O que interessa é que, apesar de outros horários e rotinas, divertiram-se os 3 :)

amigos das onze horas disse...

Acho que foram super corajosos em ir de férias os 3. Mas ainda bem que correu tudo bem. Ficamos a aguardar mais fotos dessas férias.
Beijinhos

CP disse...

São melhores ;) Acredita!!! =)

CP disse...

Obrigada! =) Valeu muito a pena! =)

Enviar um comentário